post
post

‘Marca não é para esconder nada, não é para deixar ninguém invisível’

Jaime Troiano e Cecília Russo falam sobre o livro ‘O anel de Giges: uma fantasia ética’, de Eduardo Giannetti. Eles contam que aprenderam uma lição sobre branding durante a leitura. Jaime destaca que ‘há marcas e empresas que imaginam ter o anel de Giges, que supõem que aquilo que se pratica do lado de dentro ninguém vê do lado de fora. Cada vez mais isso é uma doce ilusão’. Cecília acrescenta que ‘começar da porta da rua para dentro é fundamental para todo mundo’. Ela completa que ‘marcas não são tapumes que escondem aquilo de errado que acontece dentro das empresas’.

post post

Estudo tenta antecipar comportamento do consumidor no fim do ano

Mílton Jung conversa com Cecília Russo e Jaime Troiano sobre de que maneira os brasileiros irão às compras para as festas de final de ano. A consultoria Nielsen fez um estudo que busca entender esse comportamento. Foram identificados cinco segmentos do que eles chamam dos novos compradores de natal em tempos de Covid: constrangido e restrito; o constrangido, mas livre; meio-cauteloso; isolado, mas restrito; isolado, e livre.

post post
post post
post

Algumas marcas ainda criam distância com certos grupos sociais

‘Marca tem, sim, senhor, o compromisso de inclusão social’, defende Jaime Troiano. Ele descreve um erro comum das empresas na hora de tentar incluir outras classes econômicas entre o público consumidor: simplificar o produto, retirando elementos – inclusive da identidade visual -, para torná-lo mais barato. Cecília Russo reforça a importância de olhar para as pessoas em toda a sua dignidade, e não para os números.

post